terça-feira, 4 de dezembro de 2018

Mais que casca

A vida só faz sentido quando criamos laços
Em especial consigo mesmo
Como o principezinho que vive dentro de cada um
Ele representa tudo que um dia queríamos ser.

Ele não se preocupa em cumprir os pré-requisitos da vida adulta.Estabelecidos pela sociedade consumista. Apta a sempre por preço em tudo. A quantificar o que não pode ser contado; mas sentido
Viver com sentido!
É isso que o principezinho deseja.
Era isso que desejávamos!
Lembra?
Criar laços de sinceridade é tudo que toda alma criança almeja. 
Mas encontramos outros habitantes em nós mesmos, que nos roubaram do pequeno príncipe
O orgulho, a vaidade, os vícios e o querer sempre mais e mais. As vezes até acendemos lampiões, mas para cumprir o que mandam, não o que desejamos. 
É um eterno fazer sem sentido, no qual não cabe o dividir.
Triste realidade da vida adulta. 
Solitários fazedores de dias sem sentido e afetos.

Quem sabe um dia cheguemos ao deserto!
No qual podemos estar sozinhos a ponto de encontrar quem éramos. 
E aí, quem sabe.
Encontrá-lo lá.
Ansioso por brincar com a vida
Cuidar do mais importante.
Do sentido. 
Do cativar.
Do que é invisível e mais importante
De nós mesmos e da nossa estabilidade emocional
Que precisa da simplicidade do cativar permanente!
Da felicidade dos encontros!
Que Deus nos permita viver , com sentido, antes de morrer.
A sermos mais do que casca.
A sermos coração



2 comentários:

  1. Muito Bom

    Da felicidade dos encontros!
    Que Deus nos permita viver , com sentido, antes de morrer.
    A sermos mais do que casca.
    A sermos coração

    ResponderExcluir

Obrigado por dividir comigo o seu gosto por poesia , filosofia e musica

O caminho e as pedras